quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

VERDADEIROS AMIGOS

Onde está essa gente?
Onde está aqueles que antes me aplaudiam quando estava em pé? Onde está aqueles que diziam ser meus amigos quando eu tinha aquilo que eles desejavam alcançar?

Onde está os tais amigos fieis que cantavam comigo no momento em que eu beijava o apogeu do sucesso, o patamar da prosperidade intelectual, a obtenção de riquezas divinas, o pisar em jóias resplandecente da fama, o tocar as nuvens da simpatia; onde está essa gente?

Hoje distante deles estou pois reconheci os meus verdadeiros amigos quando tropecei e por um lapso caí, olhei com os meus olhos cimério e vi os irmãos verdadeiros que estenderam as mãos para mim.
Oh, como dói a minha alma quando lembro dos filhos dos homens deste solo quando sentia-los mais perto do que a minha própria veste!
Hoje são apenas lembranças do meu passado enquanto o meu Eu era sinonimo de poder para eles, quando a minha espada jorrava o sangue da Victoria tão invejada por muitos.

Hoje pergunto onde está essa gente?

Sem comentários:

Enviar um comentário