sexta-feira, 28 de agosto de 2015

MINHA DOCE BORBOLETA

Doce são os teus lábios rosas quando deslizam em minha boca resultam em sabor a morango.
O teu corpo é uma arte divina feita com carinho e ternura.

Vejo em teu olhar um brilho apaixonado és a minha Afrodite ou seja a minha deusa do amor, a tua voz tornou-se uma doce canção para a minha alma o teu braço quente deixa-me manso e apaixonado. Oh como é lindo amar você minha doce Borboleta, você me completa vem senta-te aqui ao meu lado e me aperta quero ver você sorrir e dizer em voz alta sou a tua Doce Borboleta.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Never Gonna Give You Up

Nunca vou desistir de você

    Sim quero para sempre do teu lado estar adormecer em teu caloroso colo
sentir o cheiro do teu cabelo, aromatizar-se do seu perfume comovente, atravessarei oceanos para poder estar com você, mesmo que as ondas do mar se levantarem contra mim já mais desistirei de você.

   Never Gonna Give You Up

   Não deixarei os espinhos derrubar você ó minha linda flor bela, não te esqueças Juntos o nosso amor é invencível mesmo que a tempestade bater forte em nossos rostos não fará dano algum em nossos corações meu doce de amendoim. 

   Nunca vou desistir de você.  


segunda-feira, 17 de agosto de 2015

LIBERDADE

Voando de árvore em árvore não encontrei nenhum aposento batendo as asas cansada com enorme desejo de tocar na orla da liberdade sou uma ave sem norte um pombo sem paz ou seja eu tenho dono não tenho livre arbítrio não posso escolher, não posso desejar, alimento-me das Massambalas que restam no quintal.

Liberdade é tão fácil dizer tão difícil de obter
que mal eu fiz que nem consigo pensar correcto? até a minha mente é controlada. Vivo uma manipulação tenebrosa. Quero voltar em meu ninho, me aquecer nas fortes asas do meu pai, beijar o bico da minha mãe e voar, voar deixando o som forte do vento me levar até as profundezas do céu.

Liberdade é tão fácil dizer tão difícil de obter

Algo tenho que fazer não posso viver assim com esta ditadura que perfura a minha alma
preciso inverter o meu caminho erguer a cabeça e chamar todos os pombos existente na face da terra

Sim é hora de ser liberto, de viver a própria vida, com direitos iguais sem exclusão de raça.

Liberdade Já

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

ÁGUAS TURVAS

Lá no fundo do poço águas turvas secavam. O meu povo diariamente morre de sede. O rio Cristalino abastecendo as sangas do Rei, Rei este que não olha ao povo, infelizmente os parlamentares têm calado no momento de revelar a verdade, todos eles bebem da mesma fonte comem da mesmo prato de ouro e da mesma comida da mesa de Faraó.

Aguas Turvas

É dada as ovelhas humildes e inocentes acompanhado com os seus momentos sofríveis, são crianças padecendo nas ruas da cidade de Luanda. Águas turvas são os restos das mesas dos imperadores escravizando os judeus carregando a tristeza em seus semblantes. oh apenas quero ver o meu povo a sorrir. Gente barbara sugando as nossas almas comendo o nosso osso aproveitando-se do nosso esforço sem dó deste povo indefeso.

Águas Turvas não dá para beber
Águas Turvas não dá para sustentar a vida
Águas Turvas só trás infelicidade
Águas Turvas só tem um gesto maligno por isso eu desejo apenas ver o meu povo sorrindo.

Só quero ver o meu povo voltar a sorrir